HIC ET NUNC
É pedir demais você de volta?
Gabrielli Warmling.



Como estávamos nos afastando, eu ficava cada vez mais desesperado para salvar o que antes havia entre nós; no entanto, como em um círculo vicioso, meu desespero fez com que nos distanciássemos ainda mais.
— Querido John. 


Fiquei sentado no aeroporto, esperando. Não se pode confiar em fotos. Não dá pra saber. Eu estava nervoso. Vontade de vomitar. Acendi um cigarro e tossi. Por que eu tinha que aprontar dessas? Não queria saber dela agora. E ela estava vindo lá de Nova York. Eu conhecia uma porção de mulheres. Pra que sempre mais mulheres? O que eu estava tentando fazer? Era excitante um caso novo, mas também dava um trabalhão. O primeiro beijo e a primeira trepada tinham uma certa dramaticidade. As pessoas são interessantes no início. Aos poucos, porém, todos os defeitos e loucuradas botam as manguinhas de fora, é inevitável. Começo a significar cada vez menos pras pessoas, e elas pra mim.
Charles Bukowski.  


Eu te quero, na medida do impossível. Pega no meu queixo e diz que não sou só eu que sinto medo aqui. Faça alguma coisa ruim, qualquer coisa que me impeça imediatamente de sentir esse amor absurdo por você. Estou nas suas mãos e isso não é uma metáfora.
Gabito Nunes. 


Foi porque você disse que adorava meu sorriso, que eu passei a sorrir para a vida todos os dias.
O Pequeno Bob.  

Just close your eyes.
1 2 3 4 5 »
Eu abro a boca pra passar rímel, meu cabelo é uma droga, nunca fui o orgulho da mamãe, e nem sempre saio de casa cheia de maquiagem. Sou desastrada, idiota, retardada, feia, ciumenta, irritante, e mesmo assim, meus amigos ainda me aguentam. Minhas notas não são exemplares, e não uso só roupas da moda e salto alto, meus shorts são rasgados e tenho preguiça de limpar meus tênis. É isso aí.

theme by nostalgia-surreal; details
Ask me faq about me facebook
facts of me
twitter pessoal
twitter fc
fanfic